VÍDEO EXCLUSIVO mostra creche minutos após tragédia (cenas fortes)

Por: Matheus Feitosa Escritor da News365
A creche foi alvo de um incêndio provocado pelo vigia.
Notícias 06 Outubro 2017 9h 21min

O acontecimento que gerou revolta em Jabaúma, Minas Gerais, deixou aos menos quatro crianças mortas.

A creche foi alvo de um incêndio provocado pelo vigia.
A creche foi alvo de um incêndio provocado pelo vigia.

VÍDEO EXCLUSIVO mostra creche minutos após tragédia (cenas fortes)

O acontecimento que gerou revolta em Jabaúma, Minas Gerais, deixou aos menos quatro crianças mortas.

Notícias 06 Outubro 2017 9h 21min

Como foi noticiado nesta quinta-feira (5) pelo portal News365, um vigia de uma creche resolveu pôr fim à sua vida no local onde ele trabalhava. O criminoso usou combustível altamente inflamável para atear fogo contra seu próprio corpo e contra crianãs que estudavam na instituição de ensino. O homem foi idenficiado pelas autoridades como Damião Soares dos Santos de 50 anos, ele trabalhava no local há oito anos e, segundo os familiares, apresentava "sinais de loucura" desde 2014. 

Foi anunciado pelo Corpo de Bombeiros que o homem havia sofrido uma crise de depressão recentemente, mas ficou constatado, por cartas encontradas na residência, que ele era uma pessoa viciada em perseguição, o crime foi premeditado, pois havia uma imensa quantidade de combustível em sua casa e, além de tudo, sua morte foi planejada para ocorrer no mesmo dia em que seu pai havia morrido anos antes, dia cinco de outubro.

Após o incêndio, o homem que havia trancado as portas da creche para aumentar as chances de ainda mais pessoas morrerem carbonizadas, foi socorrido pelas equipes médicas deslocadas até o local, mas morreu com quase 100% de seu corpo queimado após algumas horas de tratamento. O criminoso teria abraçado crianças, enquanto estava ava em chamas, para evitar que elas fugissem da rota do fogo. Uma professora entrou em luta corporal com ele e ficou muito queimada, internada em estado grave.

Os sinais de loucura do assassino eram visíveis para a família dele. Damião afirmava que sua mãe envenenava sua água e que aquilo o prejudicava. Antes de cometer o crime bárbaro, o homicida ainda havia desaparecido por cerca de oito dias, tempo que ficou sem ir trabalhar. Uma sobrinha do homem afirmou que ele disse que "morreria essa semana", ao que tudo indica, ele realmente havia planejado todo o crime, uma vez que ele era vigia noturno e foi para a creche por volta de 9h40 da manhã para cometer o incêndio.

As crianças mortas são: Ana Clara Ferreira Silva, de 4 anos Luiz Davi Carlos Rodrigues, 4 anos, Juan Pablo Cruz dos Santos, 4 anos e Juan Miguel Soares Silva, também de 4 anos. 26 pessoas ainda estão internadas. 23 destas são crianças. As informações são da Polícia e do Corpo de Bombeiros da região.

Muita gente deixou claro toda a revolta que sentem em relação ao acontecimento criminoso: "Que Deus conforte o coração destas famílias que perderam e estão com familiares internados. Que arda no inferno este canalha safado que fez isso", escreveu Rodrigo Balduino.

O vídeo mencionado é exclusivo e poderá ser visualizado logo abaixo:

Como foi noticiado nesta quinta-feira (5) pelo portal News365, um vigia de uma creche resolveu pôr fim à sua vida no local onde ele trabalhava. O criminoso usou combustível altamente inflamável para atear fogo contra seu próprio corpo e contra crianãs que estudavam na instituição de ensino. O homem foi idenficiado pelas autoridades como Damião Soares dos Santos de 50 anos, ele trabalhava no local há oito anos e, segundo os familiares, apresentava "sinais de loucura" desde 2014. 

Foi anunciado pelo Corpo de Bombeiros que o homem havia sofrido uma crise de depressão recentemente, mas ficou constatado, por cartas encontradas na residência, que ele era uma pessoa viciada em perseguição, o crime foi premeditado, pois havia uma imensa quantidade de combustível em sua casa e, além de tudo, sua morte foi planejada para ocorrer no mesmo dia em que seu pai havia morrido anos antes, dia cinco de outubro.

Após o incêndio, o homem que havia trancado as portas da creche para aumentar as chances de ainda mais pessoas morrerem carbonizadas, foi socorrido pelas equipes médicas deslocadas até o local, mas morreu com quase 100% de seu corpo queimado após algumas horas de tratamento. O criminoso teria abraçado crianças, enquanto estava em chamas, para evitar que elas fugissem da rota do fogo. Uma professora entrou em luta corporal com ele e ficou muito queimada, internada em estado grave.

Os sinais de loucura do assassino eram visíveis para a família dele. Damião afirmava que sua mãe envenenava sua água e que aquilo o prejudicava. Antes de cometer o crime bárbaro, o homicida ainda havia desaparecido por cerca de oito dias, tempo que ficou sem ir trabalhar. Uma sobrinha do homem afirmou que ele disse que "morreria essa semana", ao que tudo indica, ele realmente havia planejado todo o crime, uma vez que ele era vigia noturno e foi para a creche por volta de 9h40 da manhã para cometer o incêndio.

As crianças mortas são: Ana Clara Ferreira Silva, de 4 anos Luiz Davi Carlos Rodrigues, 4 anos, Juan Pablo Cruz dos Santos, 4 anos e Juan Miguel Soares Silva, também de 4 anos. 26 pessoas ainda estão internadas. 23 destas são crianças. As informações são da Polícia e do Corpo de Bombeiros da região.


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.