Terremoto no México deixa ao menos 217 mortos

Por: Matheus Feitosa Escritor da News365
Voluntários se unem para encontrar vítimas nos escombros
Notícias 20 Setembro 2017 16h 50min

A Defesa Civil mexicana havia informado que o número de mortos era de 226 pessoas, mas a informação foi revisada.

Voluntários se unem para encontrar vítimas nos escombros
Voluntários se unem para encontrar vítimas nos escombros

Terremoto no México deixa ao menos 217 mortos

A Defesa Civil mexicana havia informado que o número de mortos era de 226 pessoas, mas a informação foi revisada.

Notícias 20 Setembro 2017 16h 50min

O México está vivendo alguns de seus piores momentos na história, este é um tempo de consternação para todos os cidadãos do país, da Améria Latina e do planeta Terra.

Vários policiais, voluntários e bombeiros trabalharam durante toda a noite da última terça-feira (19) para encontrar as vítimas nos escombros do forte terremoto que atingiu a Cidade do México, capital do país latino. Esse é o pior sismo registrado no país em mais de trinta anos. O tremor de magnitude 7,1 deixou ao menos 217 mortos, de acordo com informações da Defesa Civil. A contagem foi refeita na madrugada de hoje (20/09).

Infeliz coincidência é que o terremoto aconteceu no aniversário de trinta e dois anos de um tremor que aconteceuy em 1985 e deixou milhares de mortos e feridos. Tudo aconteceu em alguns momentos após uma simulação feita em todo o país para recordar o acontecimento.

Talvez um dos momentos mais marcantes e tristes da tragédia foi o esforço de todos para salvar as vítimas de uma escola primária e secundária no sul da Cidade. Um edifício de três andares não resistiu ao tremor e uma de suas alas ruiu. Foram encontrados 25 corpos no local, destes 21 eram de crianças que faleceram ali. Oi. O presidente do país Enrique Peña Nieto visitou a escola para demonstrar toda a sua consternação.

Em um vídeo publicado na noite de ontem, o presidente mexicano fez uma solicitação de calma aos cidadãos, segundo ele, as autoridades estariam trabalhando para ajudar os afetados pelo acontecimento desastroso. Ao menos 40% da cidade capital do México e 60% do estado de Morelos ficaram sem energia elétrica.

O presidente explicou no vídeo que a prioridade no momento é resgatar quem ainda não foi socorrido e dar atenção médica a quem se feriu em escombros do terremoto.

No centro do país, pessoas se mobilizaram para ajudar vizinhos e conhecidos quando vários prédios foram ao chão. Somente na capital, e acordo com Miguel Ángel, prefeito da Cidade do México afirmou que haviam ao menos 44 deslizamentos somente na capital, algo completamente desastroso.

Na Cidade do México foram 86 mortos, 71 em Morelos, 43 em Puebla e 12 no Estado de México, que fica em volta da capital. 4 mortes foram registradas em Guerrero e 1 em Oaxaca.

Na capital do país em em Morelos algumas construções foram ao chão, uma igreja não resistiu em Jojutla, local próximo ao epicentro, lá 12 pessoas morreram.

O epicentro do terremoto aconteceu a nordeste de Raboso, estado de Puebla a 51 quilômetros abaixo da superfície terrestre por volta das 13h.

Recentemente, no dia 7 de setembro, um terremoto de 8,1 graus na Escala Hichter foi registrado no sul do país, deixando 90 pessoas mortas.

O México está vivendo alguns de seus piores momentos na história, este é um tempo de consternação para todos os cidadãos do país, da Améria Latina e do planeta Terra.

Vários policiais, voluntários e bombeiros trabalharam durante toda a noite da última terça-feira (19) para encontrar as vítimas nos escombros do forte terremoto que atingiu a Cidade do México, capital do país latino. Esse é o pior sismo registrado no país em mais de trinta anos. O tremor de magnitude 7,1 deixou ao menos 217 mortos, de acordo com informações da Defesa Civil. A contagem foi refeita na madrugada de hoje (20/09).

Infeliz coincidência é que o terremoto aconteceu no aniversário de trinta e dois anos de um tremor que aconteceuy em 1985 e deixou milhares de mortos e feridos. Tudo aconteceu em alguns momentos após uma simulação feita em todo o país para recordar o acontecimento.

Talvez um dos momentos mais marcantes e tristes da tragédia foi o esforço de todos para salvar as vítimas de uma escola primária e secundária no sul da Cidade. Um edifício de três andares não resistiu ao tremor e uma de suas alas ruiu. Foram encontrados 25 corpos no local, destes 21 eram de crianças que faleceram ali. O presidente do país Enrique Peña Nieto visitou a escola para demonstrar toda a sua consternação.

Em um vídeo publicado na noite de ontem, o presidente mexicano fez uma solicitação de calma aos cidadãos, segundo ele, as autoridades estariam trabalhando para ajudar os afetados pelo acontecimento desastroso. Ao menos 40% da cidade capital do México e 60% do estado de Morelos ficaram sem energia elétrica.

O presidente explicou no vídeo que a prioridade no momento é resgatar quem ainda não foi socorrido e dar atenção médica a quem se feriu em escombros do terremoto.


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.