Trump consegue ter reforma tributária aprovada pelo Senado

Por: Bruno Tomé Escritor da News365
Trump consegue primeira grande vitória no seu governo

Mundo 02Dezembro2017 13 h 55min

Proposta representa maior corte de impostos dos últimos 30 anos para norte-americanos

Trump consegue primeira grande vitória no seu governo
Trump consegue primeira grande vitória no seu governo

Trump consegue ter reforma tributária aprovada pelo Senado

Proposta representa maior corte de impostos dos últimos 30 anos para norte-americanos

Mundo 02Dezembro2017 13 h 55min

Rapidamente, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai conseguindo aprovar o seu plano de governo com os políticos locais e consegue começar a desfazer o planejamento feito pelo antigo presidente, Barack Obama, que teve dois mandatos consecutivos e vários avanços com a política internacional e com assuntos básicos da população, como a saúde. Na madrugada deste sábado (2), o polêmico Trump viu seu plano da reforma tributária ser aprovado pela maioria dos senadores, em uma votação apertada, que terminou 51 a 49. A nova proposta significa o maior corte de impostos dos últimos 30 anos e um aumento no déficit fiscal norte-americano. 

A votação apertada foi ganha pela maioria republicana, que domina o Senado norte-americano. Apenas o senador Bob Corker foi contra a reforma e apoiou os democratas, que ficaram a poucos votos de conseguir virar a votação. A aprovação foi feita depois de 10 horas de debate. A reforma tributária é a primeira vitória de Donald Trump após passar vergonha ao tentar modificar a lei de saúde, que ficou conhecida como Obamacare. Na época, até os republicanos discordaram da posição de Trump, que queria derrubar o grande plano feito por Barack Obama. 

Antes de Trump sancionar a reforma, os senadores terão que conciliar o texto com o projeto que foi aproprovado pela Câmara dos Representantes, já que os dois contam com algumas diferenças. Da reunião, sairá a lei final, que ainda deve passar por mais uma votação. 

No entanto, o principal da proposta continuará o mesmo, que é cortar os impostos, diminuindo o gasto da população norte-americana com as taxas legais. A ideia de Trump pode significar o aumento de 1,5 trilhão de dólares em uma década no déficit fiscal. Porém, é essencial para que a economia norte-americana volte a ter um crescimento anual superior a 3%. 

Os principais pontos da proposta são cortar os impostos das empresas de 35% para 20%. A diferença dos dois projetos é de que os Senadores querem o corte para 2019, enquanto a Câmara quer que os cortes comecem agora. Além disso, é previsto que a população passe a ter apenas quatro parcelas de impostos e não apenas sete. As taxas seriam progressivas: 12%, 25%, 35% e 39,6%. 

Mesmo assim, é previsto por especialistas que o projeto tenha efeito imediato para apenas 44% das famílias norte-americanas, que teriam uma redução anual de 500 dólares com impostos. No entanto, o presidente da Câmara dos Representantes, o republicano Paul Ryan, garante que a nova medida significa uma economia anual de quase 1,2 mil dólares por ano. 

Além disso, a proposta quer que as pessoas não sejam obrigadas a contar com planos de saúde. Essa é mais uma tentativa de reverter o Obamacare, que é bem visto por parte da população e por especialistas. 

Rapidamente, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai conseguindo aprovar o seu plano de governo com os políticos locais e consegue começar a desfazer o planejamento feito pelo antigo presidente, Barack Obama, que teve dois mandatos consecutivos e vários avanços com a política internacional e com assuntos básicos da população, como a saúde. Na madrugada deste sábado (2), o polêmico Trump viu seu plano da reforma tributária ser aprovado pela maioria dos senadores, em uma votação apertada, que terminou 51 a 49. A nova proposta significa o maior corte de impostos dos últimos 30 anos e um aumento no déficit fiscal norte-americano. 

A votação apertada foi ganha pela maioria republicana, que domina o Senado norte-americano. Apenas o senador Bob Corker foi contra a reforma e apoiou os democratas, que ficaram a poucos votos de conseguir virar a votação. A aprovação foi feita depois de 10 horas de debate. A reforma tributária é a primeira vitória de Donald Trump após passar vergonha ao tentar modificar a lei de saúde, que ficou conhecida como Obamacare. Na época, até os republicanos discordaram da posição de Trump, que queria derrubar o grande plano feito por Barack Obama. 

Antes de Trump sancionar a reforma, os senadores terão que conciliar o texto com o projeto que foi aprovado pela Câmara dos Representantes, já que os dois contam com algumas diferenças. Da reunião, sairá a lei final, que ainda deve passar por mais uma votação. 

No entanto, o principal da proposta continuará o mesmo, que é cortar os impostos, diminuindo o gasto da população norte-americana com as taxas legais. A ideia de Trump pode significar o aumento de 1,5 trilhão de dólares em uma década no déficit fiscal. Porém, é essencial para que a economia norte-americana volte a ter um crescimento anual superior a 3%. 


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.