Morador é preso após se defender de ladrão que invadiu sua casa; corpo caiu na piscina

Por: Bruno Tomé Escritor da News365
Assaltante de 19 anos foi atingido com um tiro no peito e morreu na piscina da casa
Polícia 12Novembro2017 12 h 56min

Assaltante, de apenas 19 anos, tentou invadir quarto da vítima quando levou um tiro no peito

Assaltante de 19 anos foi atingido com um tiro no peito e morreu na piscina da casa
Assaltante de 19 anos foi atingido com um tiro no peito e morreu na piscina da casa

Morador é preso após se defender de ladrão que invadiu sua casa; corpo caiu na piscina

Assaltante, de apenas 19 anos, tentou invadir quarto da vítima quando levou um tiro no peito

Polícia 12Novembro2017 12 h 56min

O jovem Patrick de Oliveira, de 19 anos, foi morto pela vítima do roubo após tentar assaltar uma residência na cidade de Poconé, localizada no interior do Mato Grosso. Portando um revólver, o assaltante levou um tiro no peito. O bandido ainda tentou andar por alguns metros após o disparo, mas acabou caindo na piscina da casa e morrendo no local. Já a vítima, que reagiu a ação de Patrick e um comparsa, foi presa e levada para a delegacia da Polícia Civil. Neste domingo (12), o homem, que não foi identificado, passa por audiência no Fórum de Cuiabá, para a justiça decidir se a vítima responderá em liberdade pelo homicídio ou em uma unidade prisional. 

Conforme informações das autoridades, os ladrões invadiram a casa e anunciaram o assalto. O morador, que estava dormindo, foi alertado pela mulher. Ao ver que Patrick estava com uma arma, o homem decidiu pegar o próprio revóute;lver, que conta com o porta legal de arma. Após atirar no assaltante, a vítima do roubo deixou o corpo do jovem na piscina até os policiais chegarem no local. 

A vítima, que é um vendedor de carros, foi levado até a delegacia para prestar esclarecimentos. O homem afirma que agiu em legítima defesa. De acordo com o depoimento, o morador estava dormindo quando acordou com os gritos da mulher, assustada com a dupla de bandidos que havia entrado em casa. O vendedor, então, pegou a própria arma e esperou os homens entrarem no quarto. Assim que abriu a porta, Patrick foi atingido com o disparo no peito. 

Inicialmente, o morador prestaria apenas esclarecimentos na delegacia, já que havia sido levado pelas autoridades até o local como uma vítima que utilizou do direito de legítima defesa. No entanto, o delegado Olímpio da Cunha, mesmo reconhecendo o direito do homem, decidiu autuar o morador por crime de homicídio. Por isso, a vítima do assalto terá que passar pela audiência de custódia. 

Até o momento, a polícia não conseguiu encontrar o comparsa de Patrick. Ainda segundo o depoimento do morador, o outro bandido fugiu assim que ouviu o disparo. 

O jovem Patrick de Oliveira, de 19 anos, foi morto pela vítima do roubo após tentar assaltar uma residência na cidade de Poconé, localizada no interior do Mato Grosso. Portando um revólver, o assaltante levou um tiro no peito. O bandido ainda tentou andar por alguns metros após o disparo, mas acabou caindo na piscina da casa e morrendo no local. Já a vítima, que reagiu a ação de Patrick e um comparsa, foi presa e levada para a delegacia da Polícia Civil. Neste domingo (12), o homem, que não foi identificado, passa por audiência no Fórum de Cuiabá, para a justiça decidir se a vítima responderá em liberdade pelo homicídio ou em uma unidade prisional. 

Conforme informações das autoridades, os ladrões invadiram a casa e anunciaram o assalto. O morador, que estava dormindo, foi alertado pela mulher. Ao ver que Patrick estava com uma arma, o homem decidiu pegar o próprio revólver, que conta com o porta legal de arma. Após atirar no assaltante, a vítima do roubo deixou o corpo do jovem na piscina até os policiais chegarem no local. 

A vítima, que é um vendedor de carros, foi levado até a delegacia para prestar esclarecimentos. O homem afirma que agiu em legítima defesa. De acordo com o depoimento, o morador estava dormindo quando acordou com os gritos da mulher, assustada com a dupla de bandidos que havia entrado em casa. O vendedor, então, pegou a própria arma e esperou os homens entrarem no quarto. Assim que abriu a porta, Patrick foi atingido com o disparo no peito. 


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.