Pode morrer? Doença de Temer é mais grave do que se pensava e verdade aparece

Por: Bruno Tomé Escritor da News365
De acordo com revista, situação de Michel Temer pode ser mais grave do que está sendo noticiado.
Política 29Outubro2017 15 h 27min

Revista Veja revela que o presidente Michel Temer pode estar com câncer.

De acordo com revista, situação de Michel Temer pode ser mais grave do que está sendo noticiado.
De acordo com revista, situação de Michel Temer pode ser mais grave do que está sendo noticiado.

Pode morrer? Doença de Temer é mais grave do que se pensava e verdade aparece

Revista Veja revela que o presidente Michel Temer pode estar com câncer.

Política 29Outubro2017 15 h 27min

A vida do presidente Michel Temer parece que não anda nada fácil. Na última quarta-feira (25) o mandatário brasileiro passou por duas situações complicadas, uma que condiz a sua vida política e a outra que é relacionada a sua saúde. Primeiro, o político começou o dia acompanhando a sessão de votação da segunda denúncia que fizeram contra ele, por casos de corrupção encontrados na Operação Lava-Jato, realizada pela Polícia Federal. Depois, o presidente teve que ser levado às pressas para um hospital em Brasília para tratar de um problema renal

Grandes veículos brasileiros e depois, a assessoria de imprensa de Temer, confirmaram que o problema não era grave. O político de 77 anos passou o dia no hospital fazendo exames e recebeu um tratamento que poderia ser realizado em casa. No entanto, a última edição, a Revista Veja traz informações que não eram conhecidas pelo grande público, indicando que Temer pode estar com câncer. 

A publicação informa qma que Temer não teve alta na quarta-feira como muitos imaginaram. O que na verdade aconteceu foi uma transferência de hospital bem planejada para evitar maiores rumores na imprensa. A Veja garante que o presidente está no Hospital Sírio-Líbanes, em São Paulo, para realizar biópsia, procedimento característico para descobrir a existência de câncer. 

As informações vieram a público ainda na sexta-feira (27) e depois, no sábado (28), quando o presidente passou pela cirurgia. No entanto, o que está acontecendo, é que de acordo com a revista, os fatos repassados estão sendo aliviados para não gerar uma certa apreensão quanto a saúde do atual presidente da República. Antes da matéria da revista, os veículos noticiavam apenas que se tratava de uma cirurgia de desobstrução da uretra, um procedimento considerado simples. 

Aos 77 anos, Michel Temer chama atenção pela boa forma e pelos poucas problemas de saúde. Antes do procedimento de sábado, o político havia passado apenas por uma cirurgia em 2011, quando retirou todo o tecido da próstata. Na época, Temer era vice-presidente do primeiro mandato da ex-presidente Dilma Rousseff. 

Por enquanto, os veículos brasileiros noticiam apenas que Temer deve receber alta nessa segunda-feira (30). 

A vida do presidente Michel Temer parece que não anda nada fácil. Na última quarta-feira (25) o mandatário brasileiro passou por duas situações complicadas, uma que condiz a sua vida política e a outra que é relacionada a sua saúde. Primeiro, o político começou o dia acompanhando a sessão de votação da segunda denúncia que fizeram contra ele, por casos de corrupção encontrados na Operação Lava-Jato, realizada pela Polícia Federal. Depois, o presidente teve que ser levado às pressas para um hospital em Brasília para tratar de um problema renal

Grandes veículos brasileiros e depois, a assessoria de imprensa de Temer, confirmaram que o problema não era grave. O político de 77 anos passou o dia no hospital fazendo exames e recebeu um tratamento que poderia ser realizado em casa. No entanto, a última edição, a Revista Veja traz informações que não eram conhecidas pelo grande público, indicando que Temer pode estar com câncer. 

A publicação informa que Temer não teve alta na quarta-feira como muitos imaginaram. O que na verdade aconteceu foi uma transferência de hospital bem planejada para evitar maiores rumores na imprensa. A Veja garante que o presidente está no Hospital Sírio-Líbanes, em São Paulo, para realizar biópsia, procedimento característico para descobrir a existência de câncer. 

As informações vieram a público ainda na sexta-feira (27) e depois, no sábado (28), quando o presidente passou pela cirurgia. No entanto, o que está acontecendo, é que de acordo com a revista, os fatos repassados estão sendo aliviados para não gerar uma certa apreensão quanto a saúde do atual presidente da República. Antes da matéria da revista, os veículos noticiavam apenas que se tratava de uma cirurgia de desobstrução da uretra, um procedimento considerado simples. 


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.