'Mãe' obriga filho a assistir brinquedos sendo queimados por ex vazar suas fotos; vídeo

Por: Matheus Feitosa Escritor da News365
A mulher foi levada à delegacia.

Notícias 12Outubro2017 16 h 16min

Com raiva do ex-companheiro, mãe decide queimar os brinquedos do filho e diz: 'pobre não precisa'.

A mulher foi levada à delegacia.
A mulher foi levada à delegacia.

'Mãe' obriga filho a assistir brinquedos sendo queimados por ex vazar suas fotos; vídeo

Com raiva do ex-companheiro, mãe decide queimar os brinquedos do filho e diz: 'pobre não precisa'.

Notícias 12Outubro2017 16 h 16min

Um caso que pouco combina com o Dia das Crianças foi registrado nos últimos dias nas redes sociais. Um vídeo publicado por uma mulher ainda não identificada mostra uma mãe queimando todos os brinquedos e até a bicicleta de seu filho pequeno, que ainda é obrigado a ficar assistindo as chamas consumirem seus objetos, o menino aparece descalço sob o sol.

De acordo com o portal O Tempo o caso foi registrado em Curvelo, região Central de Minas Gerais, no último domingo, dia oito de outubro. A mulher ateou fogo nos brinquedos como forma de vingança ao pai do menor, que se separou dela. Ela chama a criança, que estava dentro de casa, para que pudesse ver o fogo destruindo seus objetos. "Dê tchau para os seus brinquedinhos", diz a mãe, que ainda completa dizendo que "pobre não precisa de brinquedo, pobre brinca na terra".

O portal ainda informa que o ex-marido dela teria divulgado fotos íntimas da mulher nas redes sociais: "eu perdi 300 reais por causa de você hoje", brada a mãe nas filmagens feitas por ela mesma. A Polícia Civil resolveu chamá-la para prestar depoimento na delegacia na terça-feira, dia dez. A delegada responsável pelos questionamentos, Margaret Freitas afirmou que a mulherlher confirmou que fez o vídeo para o ex-marido e tudo se espalhou pelas redes sociais.

Mostrando arrependimento pelo que fez, a mãe disse sofrer de problemas pessoais e que luta c ontra uma depressão. Porém, ela assinou um Termo de Circunstância de Ocorrência e deve responder pelo artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente por ter submetido seu filho a uma situação de vexame ou constrangimento. A policial ainda informa que a mãe não tem condições de cuidar do menino e o entregaria para o pai brevemente. O crie cometido pela mulher pode render pena de seis meses a dois anos de prisão, mas após prestar depoimento, foi liberada. Antes de ser levada à delegacia, ela publicou um vídeo se desculpando no Facebook.

O Conselho Tutelar informou ao portal que ela nunca havia sido denunciada anteriormente ao caso, mas os conselheiros foram até a casa dela após o vídeo começar a ser compartilhado em grande número nas redes sociais. Eles fizeram um relatório do acontecimento e encaminharam para o Ministério Público, que confirmou que o menor já está com pai.

As supostas fotos publicadas pelo homem não foram denunciadas para a polícia, mas não é descartada uma abertura de investigação para isso. O pai também prestará depoimento em breve.

Um caso que pouco combina com o Dia das Crianças foi registrado nos últimos dias nas redes sociais. Um vídeo publicado por uma mulher ainda não identificada mostra uma mãe queimando todos os brinquedos e até a bicicleta de seu filho pequeno, que ainda é obrigado a ficar assistindo as chamas consumirem seus objetos, o menino aparece descalço sob o sol.

De acordo com o portal O Tempo o caso foi registrado em Curvelo, região Central de Minas Gerais, no último domingo, dia oito de outubro. A mulher ateou fogo nos brinquedos como forma de vingança ao pai do menor, que se separou dela. Ela chama a criança, que estava dentro de casa, para que pudesse ver o fogo destruindo seus objetos. "Dê tchau para os seus brinquedinhos", diz a mãe, que ainda completa dizendo que "pobre não precisa de brinquedo, pobre brinca na terra".

O portal ainda informa que o ex-marido dela teria divulgado fotos íntimas da mulher nas redes sociais: "eu perdi 300 reais por causa de você hoje", brada a mãe nas filmagens feitas por ela mesma. A Polícia Civil resolveu chamá-la para prestar depoimento na delegacia na terça-feira, dia dez. A delegada responsável pelos questionamentos, Margaret Freitas afirmou que a mulher confirmou que fez o vídeo para o ex-marido e tudo se espalhou pelas redes sociais.

Mostrando arrependimento pelo que fez, a mãe disse sofrer de problemas pessoais e que luta c ontra uma depressão. Porém, ela assinou um Termo de Circunstância de Ocorrência e deve responder pelo artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente por ter submetido seu filho a uma situação de vexame ou constrangimento. A policial ainda informa que a mãe não tem condições de cuidar do menino e o entregaria para o pai brevemente. O crie cometido pela mulher pode render pena de seis meses a dois anos de prisão, mas após prestar depoimento, foi liberada. Antes de ser levada à delegacia, ela publicou um vídeo se desculpando no Facebook.


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.