Após a 'Baleia Azul', adolescentes começam a participar de novo jogo perigoso

Por: Bruno Tomé Escritor da News365
Mistura deixa queimaduras no corpo da vítima
Notícias 12 Outubro 2017 13h 00min

Nova brincadeira fatal tem como regra colocar a mistura de sal e gelo sobre o corpo e suportar o máximo de tempo possível

Mistura deixa queimaduras no corpo da vítima
Mistura deixa queimaduras no corpo da vítima

Após a 'Baleia Azul', adolescentes começam a participar de novo jogo perigoso

Nova brincadeira fatal tem como regra colocar a mistura de sal e gelo sobre o corpo e suportar o máximo de tempo possível

Notícias 12 Outubro 2017 13h 00min

Os pais precisam sempre estar atentos aos que os filhos estão fazendo na internet. Depois do surto da "brincadeira" fatal "Baleia Azul", um novo jogo começa a circular pelas redes sociais dos jovens. Ainda sem nome, a denúncia do teste perigoso foi feita pela Guarda da Civil da Espanha. De acordo com informações, o jogo consiste em colocar sal e gelo sobre o corpo. O jovem que está sendo desafiado precisa suportar o máximo de tempo possível. 

No entanto, o que acontece é que a combinação faz mal à saúde. Como mostra o perfil do Twitter da Guarda Civil espanhola, os jovens acabam ficando com queimaduras após o teste. O que se sabe é que um adolescente faleceu por causa do novo jogo. 


Após o ocorrido, jornais espanhóis começaram a publicar os efeitos negativos de se colocar sal e gelo sobre o corpcorpo. Dermatologistas explicam que a primeira consequência é uma forte irritação no local em que a mistura é colocada. Depois, a vítima começa a sentir dores e ardores no local da aplicação. 

Conforme o caso, pode haver piora no quadro. Os especialistas afirmam que as irritações podem gerar infecções que só podem ser tratadas com antibióticos. 

Apesar de a denúncia ser novidade para países como a Espanha e até o Brasil, onde ainda não foi registrado nenhum ocorrido, os Estados Unidos lidam com casos como esse desde 2012. O mais grave aconteceu naquele ano com um adolescente de 12 anos, que decidiu aceitar o desafio de colegas e aplicar a combinação de sal e gelo em formato de cruz nas suas costas. 

O adolescente resistiu durante 20 minutos, até remover a aplicação. No entanto, já era tarde. A mistura gerou graves queimaduras nas costas do jovem, e consequentemente, a sua morte. 

Para evitar casos como esse, os pais e responsáveis e até os adolescentes podem fazer denúncias de quem tenta promover esse tipo de desafio. A denúncia pode ocorrer através das próprias redes sociais. No Facebook, existe a opção de marcar publicações por motivos de "conteúdo violento ou prejudicial", outra opção é denunciar o perfil do desafiador. 

Já no Whatsapp, se pode marcar o contato como spam e bloquear. Outra alternativa é os pais ou responsáveis ligarem para o disque denúncia dos seus estados, que é administrado pela polícia. 

Os pais precisam sempre estar atentos aos que os filhos estão fazendo na internet. Depois do surto da "brincadeira" fatal "Baleia Azul", um novo jogo começa a circular pelas redes sociais dos jovens. Ainda sem nome, a denúncia do teste perigoso foi feita pela Guarda da Civil da Espanha. De acordo com informações, o jogo consiste em colocar sal e gelo sobre o corpo. O jovem que está sendo desafiado precisa suportar o máximo de tempo possível. 

No entanto, o que acontece é que a combinação faz mal à saúde. Como mostra o perfil do Twitter da Guarda Civil espanhola, os jovens acabam ficando com queimaduras após o teste. O que se sabe é que um adolescente faleceu por causa do novo jogo. 


Após o ocorrido, jornais espanhóis começaram a publicar os efeitos negativos de se colocar sal e gelo sobre o corpo. Dermatologistas explicam que a primeira consequência é uma forte irritação no local em que a mistura é colocada. Depois, a vítima começa a sentir dores e ardores no local da aplicação. 

Conforme o caso, pode haver piora no quadro. Os especialistas afirmam que as irritações podem gerar infecções que só podem ser tratadas com antibióticos. 


Fontes:




© 2017, News 365 todos os direitos reservados.